Publicado em: 11/05/2018 15:33 - Atualizado em: 11/05/2018 17:44

Ceulp e Seden firmam acordo para elaboração do plano de marketing do coco babaçu

Acadêmicos do curso de Administração desenvolverão estratégias de acesso a novos mercados


Por Assessoria de Comunicação

Na manhã de ontem, 10, no Espaço Empresarial da Feira de Tecnologia Agropecuária do Tocantins (Agrotins 2018), o Centro Universitário Luterano de Palmas (Ceulp/Ulbra) firmou acordo de colaboração técnica com a Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia, Turismo e Cultura (Seden) para o fortalecimento do Arranjo Produtivo Local (APL) do coco Babaçu da Região do Bico do Papagaio.

 

Pelo acordo, o curso de Administração do Ceulp/Ulbra realizará a elaboração do plano de marketing dos produtos derivados das diversas partes do coco babaçu. Neste plano, os acadêmicos desenvolverão estratégias de acesso a novos mercados com uma identidade visual dos produtos, que contemplem toda parte de material promocional.

 

“Assim, os acadêmicos poderão utilizar técnicas e estratégias administrativas aprendidas em sala buscando fortalecer o posicionamento e comercialização de produtos derivados do coco babaçu”, explica o coordenador do curso de Administração do Ceulp/Ulbra, Sidney Sândheskinny. As atividades serão conduzidas na disciplina Administração de Marketing II.

 

O reitor do Ceulp/Ulbra Adriano Chiarani da Silva ressalta que a instituição tem muito a contribuir em acordos como este. “No Ceulp, os futuros profissionais em formação têm todos os meios disponíveis para realizar um excelente trabalho. Mais do que a qualificação teórica, engajamos os acadêmicos em projetos práticos que possam desenvolver neles habilidades e competências para o exercício da profissão, e que auxiliam a sociedade em suas demandas reais”, afirma o gestor.

 

De acordo com o gerente de arranjos produtivos da Seden, Marcondes Martins, a união de esforços das instituições envolvidas possibilitará a melhoria do processo de produção de novos produtos e valorização da atividade no Estado. O gerente explicou que o coco babaçu pode ser utilizado como alimento para consumo humano, ração animal, cosméticos, fármacos, produção de biocombustível e bioenergia, entre outros.

 

A coordenadora da Ulbratech Tocantins -  rede Ulbra de inovação, professora Cintia Fernandes, também participou do momento e informou que futuramente outros convênios e acordos serão firmados entre as instituições para desenvolvimento de projetos similares. Durante a assinatura do acordo, também foi apresentada sugestão da nova identidade visual do óleo de coco babaçu que será utilizada nos produtos para comercialização.

Selo da responsabilidade social
CENTRO UNIVERSITÁRIO LUTERANO DE PALMAS
Avenida Teotônio Segurado 1501 Sul Palmas - TO CEP 77.019-900
Fone: (63) 3219 8000

O que achou dessa página?

Clique e deixe seu comentário