Turma 1820 - Estágio Supervisionado em Biomedicina III - 2012/2

Imprimir

Curso: Biomedicina

Período: 8

Professor(es): Aline Aguiar de Araujo, Larissa Almeida Brasil

Carga Horária: 408 h

Ano/Semestre: 2012/2

Objetivo

Promover a formação de um profissional com forte domínio de conteúdo, coerência e espírito crítico diante dos problemas que afligem a sociedade, sensibilizando-o no sentido de centrar o ser humano como objetivo final de suas idéias e ações, sendo o instrumento ativo da transformação harmoniosa das relações entre a ciência e a sociedade e evidenciando sua competência no exercício da atividade profissional.









Ementa

Competências

Ao final do Estágio III o acadêmico deverá compreender os mecanismos fisiopatológicos que levam aos distúrbios hematológicos, Imunológicos e Parasitológicos, estabelecer o diagnóstico laboratorial, entender as manifestações clínicas, a profilaxia e o tratamento dessas doenças.

Habilidades

Ao término de todos os Módulos do Estágio III o acadêmico deverá estar apto a:
- Executar procedimentos técnicos específicos da rotina laboratorial dos setores de Hematologia, Parasitologia e Imunologia;
- Aplicar os conhecimentos técnico-científicos aos procedimentos de rotina laboratorial;
- Interpretar com visão crítica e investigativa os resultados obtidos, pautado sempre na ética profissional;
- Fundamentar hipótese diagnóstica.

Programa

O programa da disciplina esta distribuído em três partes que se complementam dentro de um cronograma integrado em relação às aulas teóricas e práticas, onde as práticas qualificam e complementam os conhecimentos adquiridos em aula. Nas aulas teóricas será desenvolvido o conteúdo de Parasitologia Clínica, Hematologia Clínica e Imunologia Clínica que aborda os principais tópicos destas especialidades, aliado às necessidades reais que hoje são exigidas em laboratórios de análises clínicas. As aulas práticas serão desenvolvidas no Laboratório Escola nos setores específicos de cada disciplina onde será desenvolvida a rotina laboratorial.

- PARASITOLOGIA:
Na Parasitologia serão desenvolvidas as seguintes atividades teóricas e práticas:

Aulas Teóricas (ministradas pelo professor orientador):
1. Métodos de diagnóstico em Parasitologia
2. Aspectos morfológicos, clínicos e epidemiológicos dos parasitos de interesse médico.
3. Protozoários parasitos do homem
3.1 Classe Zoomastigophorea
3.2 Classe Lobosea
3.3 Classe Sporozoa
3.4 Classe Ciliophora
4. Platelmintos parasitos do homem: Classe Trematoda (Subclasse Digenea) e Classe Cestoidea
5. Nematódeos parasitos do homem (Classe Nematoda)
5.1 Ordem Rhabditorida
5.2 Ordem Strongylida (Ancylostomatoidea)
5.3 Ordem Metastrongilida
5.4 Ordem Ascaridida
5.5 Ordem Oxyurida
5.6 Ordem Spirurida
5.7 Ordem Trichuroidea
6. Noções de entomologia e malacologia


Aulas Práticas (ministradas pelo supervisor da seção):
1. Coleta e conservação de amostras
2. Exame parasitológico de fezes
2.1. Métodos de concentração e detecção
2.2. Morfologia dos parasitos detectados em amostras de fezes
3. Coprológico funcional
4. Exame parasitológico de sangue e tecidos
4.1. Colorações
4.2. Morfologia dos parasitos detectados em amostras de sangue e tecidos

- IMUNOLOGIA:
Na Imunologia serão desenvolvidas as seguintes atividades teóricas e práticas:

Aulas Teóricas:
7. Introdução
8. Sorologia
2.1 Importância da sorologia na Patologia Clínica
2.2 Validação de testes sorológicos
2.3 Aplicação de testes diagnósticos
9. Testes sorológicos
3.1 Precipitação
3.2 Aglutinação
3.3 Ensaios líticos
3.4 Fluorescência
3.5 Métodos Enzimáticos
3.6 Quimioluminescência
3.7 Testes Rápidos
3.8 Automação
4. Diagnóstico sorológico das principais doenças infecciosas
5. Diagnóstico das alergias
6. Diagnóstico das doenças autoimunes
7. Hormônios

Aulas Práticas:
1. Reações de aglutinação: Fator Reumatóide; Proteína C Reativa; Anti-Estreptolisina O.
2. Reações de Hemaglutinação:Toxoplasmose e Chagas
3. Ensaios imunoenzimáticos (ELISA):Toxoplasmose IgM e IgG; Doença de Chagas IgG; Rubéola IgM e IgG.
4. Ensaios imunocromatográficos: Dengue; HIV; b-HCG.
5. Ensaios de Imunofluorescência: Toxoplasmose e Leishmaniose

- HEMATOLOGIA:
Na hematologia serão desenvolvidas as seguintes atividades teóricas e práticas:

Aulas Práticas (ministradas pelo supervisor da seção):
1. Confecção de esfregaço sanguíneo; Métodos de Coloração; Microscopia
2. Hemograma manual:
- Eritrograma: Contagem de eritrócitos; Hemoglobina; Hematócrito; Índices Hemátimétricos, Morfologia eritrocitária;
- Leucograma: Contagem global e diferencial dos leucócitos; alterações morfológicas dos leucócitos;
- Plaquetograma: Contagem global das plaquetas e morfologia plaquetárias.
3. Princípios de automação em hematologia
4. Hemograma automatizado: Avaliação e interpretação do histograma.
5. Contagem de Reticulócitos
6. Teste de Falcização
7. Velocidade de Hemossedimentação
8. TAD e PAI
9. Tipagem Sanguínea
10. Coagulograma manual:
- Tempo de Sangramento
- Tempo de Coagulação
- Prova de Fragilidade Capilar
- Tempo de Protrombina - TP
- Tempo de Tromboplastina Parcial Ativado - TTP
11. TP e TTP Automatizados

Aulas Teóricas (ministradas pelo professor orientador):
1. Interpretação laboratorial do hemograma
2. Doenças que alteram os exames hematológicos
2.1 Eritrograma:
- Anemias microcíticas e hipocrômicas
- Anemias normocíticas e normocrômicas
- Anemias macrocíticas megaloblásticas e não-megaloblásticas
2.2. Leucograma:
- Processos infecciosos e inflamatórios
- Alterações fisiológicas e medicamentos
- Leucemias
2.3. Plaquetas e coagulograma
- Paquetopenias
- Coagulopatias

CICLO DE SEMINÁRIOS
- Apresentação de artigos de atualização pertinentes às disciplinas.

Metodologia

O programa da disciplina esta distribuído em três partes que se complementam dentro de um cronograma integrado em relação às aulas teóricas e práticas, onde as práticas qualificam e complementam os conhecimentos adquiridos em aula. Nas aulas teóricas será desenvolvido o conteúdo de Parasitologia Clínica, Hematologia Clínica e Imunologia Clínica que aborda os principais tópicos destas especialidades, aliado às necessidades reais que hoje são exigidas em laboratórios de análises clínicas. As aulas práticas serão desenvolvidas no Laboratório Escola nos setores específicos de cada disciplina onde será desenvolvida a rotina laboratorial.

- PARASITOLOGIA:
Na Parasitologia serão desenvolvidas as seguintes atividades teóricas e práticas:

Aulas Teóricas (ministradas pelo professor orientador):
1. Métodos de diagnóstico em Parasitologia
2. Aspectos morfológicos, clínicos e epidemiológicos dos parasitos de interesse médico.
3. Protozoários parasitos do homem
3.1 Classe Zoomastigophorea
3.2 Classe Lobosea
3.3 Classe Sporozoa
3.4 Classe Ciliophora
4. Platelmintos parasitos do homem: Classe Trematoda (Subclasse Digenea) e Classe Cestoidea
5. Nematódeos parasitos do homem (Classe Nematoda)
5.1 Ordem Rhabditorida
5.2 Ordem Strongylida (Ancylostomatoidea)
5.3 Ordem Metastrongilida
5.4 Ordem Ascaridida
5.5 Ordem Oxyurida
5.6 Ordem Spirurida
5.7 Ordem Trichuroidea
6. Noções de entomologia e malacologia


Aulas Práticas (ministradas pelo supervisor da seção):
1. Coleta e conservação de amostras
2. Exame parasitológico de fezes
2.1. Métodos de concentração e detecção
2.2. Morfologia dos parasitos detectados em amostras de fezes
3. Coprológico funcional
4. Exame parasitológico de sangue e tecidos
4.1. Colorações
4.2. Morfologia dos parasitos detectados em amostras de sangue e tecidos

- IMUNOLOGIA:
Na Imunologia serão desenvolvidas as seguintes atividades teóricas e práticas:

Aulas Teóricas:
7. Introdução
8. Sorologia
2.1 Importância da sorologia na Patologia Clínica
2.2 Validação de testes sorológicos
2.3 Aplicação de testes diagnósticos
9. Testes sorológicos
3.1 Precipitação
3.2 Aglutinação
3.3 Ensaios líticos
3.4 Fluorescência
3.5 Métodos Enzimáticos
3.6 Quimioluminescência
3.7 Testes Rápidos
3.8 Automação
4. Diagnóstico sorológico das principais doenças infecciosas
5. Diagnóstico das alergias
6. Diagnóstico das doenças autoimunes
7. Hormônios

Aulas Práticas:
1. Reações de aglutinação: Fator Reumatóide; Proteína C Reativa; Anti-Estreptolisina O.
2. Reações de Hemaglutinação:Toxoplasmose e Chagas
3. Ensaios imunoenzimáticos (ELISA):Toxoplasmose IgM e IgG; Doença de Chagas IgG; Rubéola IgM e IgG.
4. Ensaios imunocromatográficos: Dengue; HIV; b-HCG.
5. Ensaios de Imunofluorescência: Toxoplasmose e Leishmaniose

- HEMATOLOGIA:
Na hematologia serão desenvolvidas as seguintes atividades teóricas e práticas:

Aulas Práticas (ministradas pelo supervisor da seção):
1. Confecção de esfregaço sanguíneo; Métodos de Coloração; Microscopia
2. Hemograma manual:
- Eritrograma: Contagem de eritrócitos; Hemoglobina; Hematócrito; Índices Hemátimétricos, Morfologia eritrocitária;
- Leucograma: Contagem global e diferencial dos leucócitos; alterações morfológicas dos leucócitos;
- Plaquetograma: Contagem global das plaquetas e morfologia plaquetárias.
3. Princípios de automação em hematologia
4. Hemograma automatizado: Avaliação e interpretação do histograma.
5. Contagem de Reticulócitos
6. Teste de Falcização
7. Velocidade de Hemossedimentação
8. TAD e PAI
9. Tipagem Sanguínea
10. Coagulograma manual:
- Tempo de Sangramento
- Tempo de Coagulação
- Prova de Fragilidade Capilar
- Tempo de Protrombina - TP
- Tempo de Tromboplastina Parcial Ativado - TTP
11. TP e TTP Automatizados

Aulas Teóricas (ministradas pelo professor orientador):
1. Interpretação laboratorial do hemograma
2. Doenças que alteram os exames hematológicos
2.1 Eritrograma:
- Anemias microcíticas e hipocrômicas
- Anemias normocíticas e normocrômicas
- Anemias macrocíticas megaloblásticas e não-megaloblásticas
2.2. Leucograma:
- Processos infecciosos e inflamatórios
- Alterações fisiológicas e medicamentos
- Leucemias
2.3. Plaquetas e coagulograma
- Paquetopenias
- Coagulopatias

CICLO DE SEMINÁRIOS
- Apresentação de artigos de atualização pertinentes às disciplinas.

Avaliação

Ao longo do semestre letivo o acadêmico de estágio será avaliado da seguinte forma:

AVALIAÇÃO DE GRAU I (G1):


A composição da nota de GI nos setores de parasitologia, imunologia e hematologia segue uma ficha de avaliação individual, cujo modelo encontra-se no Regulamento do Estágio. Incluem: relatórios diários dos procedimentos desenvolvidos no setor; provas práticas; Exercícios teóricos e práticos; casos clínicos e e o Ciclo de Seminários. As atividades ministradas pelo supervisor correspondem a 70% da nota e as atividades ministradas pelo orientador 30%.


AVALIAÇÃO DE GRAU II (G2):

Avaliação ao fim de cada módulo, com questões objetivas e subjetivas englobando o conteúdo da referida disciplina, equivalendo de 0 a 10 pontos.
Ao fim dos três módulos (Parasitologia, Imunologia e Hematologia), a nota das respectivas avaliações serão somadas e divididas por 3, obtendo, assim, o Grau II.

O grau final do semestre resulta da média ponderada entre os graus G1 (peso um) e G2 (peso dois). Será aprovado o aluno que obteve 75% de frequência e grau final igual ou superior a 6,0 pontos.

O aluno que não alcançar média final igual ou superior a 6,0 será automaticamente reprovado, pois não há Substituição de Grau no Estágio III.

Bibliografia

Básica

DE CARLI, G. A. Diagnóstico laboratorial das parasitoses humanas: métodos e técnicas. Rio de Janeiro : Medsi, 1994. 315 p.

FERREIRA, A. W. ÁVILA, S. L. M. Diagnóstico Laboratorial das Principais Doenças Infecciosas e Auto-imunes. 2.ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2001, 443p.

NAIRN, R. Imunologia : para estudantes de medicina. Rio de Janeiro : Guanabara Koogan, 2004. 326 p.

NEVES, D. P. Parasitologia humana. 11. ed. São Paulo : Atheneu (São Paulo), 2007. 494 p

REY, L. Bases da parasitologia médica. 3. ed. Rio de Janeiro : Guanabara Koogan, 2011. 390 p.

SILVA, P. H. Hematologia laboratorial. Rio de Janeiro : Revinter, 2009. 466 p.

TKACHUK, D. C. Atlas colorido de hematologia [DVD] / Douglas C. Tkachuk. Rio de Janeiro : Revinter, 2010. 344 p., il., color. + 1 DVD.

VERRASTRO, T. Hematologia e hemoterapia: fundamentos de morfologia, fisiologia, patologia e clínica. São Paulo: Atheneu (São Paulo), 2006. 303 p.

Complementar

AMATO NETO, V. Parasitologia : uma abordagem clínica. Rio de Janeiro : Elsevier, 2008. 434 p.

COICO, R.; SUNSHINE, G. Imunologia. Tradução: TOROS, E. F. Rio de Janeiro : Guanabara Koogan, 2010. 380 p.

FAILACE, R. Hemograma : manual de interpretação [impresso e on-line] / Renato Failace. 4. ed. Porto Alegre : ARTMED, 2003. 298 p

JANEWAY, C.A.; TRAVERS, P.; WALPORT, M. Imunobiologia: o sistema imunológico na saúde e na doença. 5.ed. Porto Alegre: Artmed, 2002. 767p + 1CD-ROM

NEVES, D. P. Parasitologia dinâmica. São Paulo : Atheneu (São Paulo), 2003. 474 p.

RAVEL, R. Laboratório clínico : aplicações clínicas dos dados laboratoriais / Richard Ravel. 6. ed. Rio de Janeiro : Guanabara Koogan, 1997. 616 p.

Material Digital

Brazilian Journal of Medical and Biological Research. Disponível em: http://www.scielo.br/revistas/bjmbr

Memórias do Instituto Oswaldo Cruz. Disponível em: http://memorias.ioc.fiocruz.br/

Revista da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical. Disponível em:
http://www.scielo.br/revistas/rsbmt

Revista Brasileira de Hematologia e Hemoterapia. Disponível em: http://www.scielo.br/revistas/rbhh

The Brazilian Journal of Infectious Diseases. Disponível em: http://www.scielo.br/revistas/bjid

Imprimir
Selo da responsabilidade social
CENTRO UNIVERSITÁRIO LUTERANO DE PALMAS
Avenida Teotônio Segurado 1501 Sul Palmas - TO CEP 77.019-900
Fone: (63) 3219 8000

O que achou dessa página?

Clique e deixe seu comentário