Publicado em: 05/07/2017 10:09

Docente do Ceulp/Ulbra representa região norte em reunião nacional


Por Unitas Agroecológica

Realizada em Brasília, durantes os dias 28 e 29 de junho de 2017, a reunião da Subcomissão Temática de Produção Orgânica contou com representantes do Norte, Nordeste, Centro Oeste, Sul e Sudeste da STPOrg; Secretaria Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional (SESAN), do Ministério do Desenvolvimento Social (MDS); Coordenação de Agroecologia (COAGRE), do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) e Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (EMBRAPA). O encontro se desdobrou na discussão de temáticas primordiais para o avanço da agroecologia e da produção orgânica no País.

 

Na ocasião esteve presente a representante da Região Norte 2 (PA, RO e TO),professora doutora Conceição Aparecida Previero. Atualmente é Coordenadora de Pesquisa e Professora Titular do Centro Universitário Luterano de Palmas (Ceulp/Ulbra), Coordenadora da Unitas Agroecológica, Coordenadora da Comissão de Produtos Orgânicos do Tocantins (CPOrg/TO) e há 16 anos no Tocantins vem desenvolvendo trabalhos junto às comunidades rurais, respeitando, sobretudo, os agricultores e agricultoras como sujeitos de direitos, a sabedoria popular, as práticas de manejo agrícola e os processos culturais (clique aqui para saber mais).

 

Os representantes puderam socializar breve relato sobre a vivência com a agroecologia e agricultura orgânica em suas respectivas atuações institucionais. Diversos pontos foram apresentados, como o crescimento do movimento agroecológico e da produção orgânica no Brasil, e a vulnerabilidade que existe considerando o mercado, visto que esse mecanismo deve fortalecer a segurança do consumidor.

 

A transformação da agricultura moderna para uma agricultura mais harmoniosa é imprescindível para o homem, a terra e os recursos hídricos. Embora existam pontos fortes frente a esses movimentos, também há pontos fragilizados que devem ser articulados, não só a nível de Brasil. Os Estados devem ter seus planos específicos de agroecologia e produção orgânica conforme as particularidades de cada região, não só nos sistemas produtivos mas também no que se refere a política local.

 

É necessário o fortalecimento de parcerias e o trabalho em rede para que se consiga fomentos considerando a realização de ações, essa rede deve promover e articular sobre agroecologia e a produção orgânica nas regiões. Quanto mais a população estiver informada sobre esses assuntos, maior será o interesse em participar dos movimentos e em consumir produtos livres de agroquímicos, seja in natura ou processados.

 

Sobre a STPOrg

A Subcomissão é composta paritariamente por 7 (sete) membros do setor público e 7 (sete) membros do setor privado que tenham reconhecida atuação junto à sociedade no âmbito da Produção Orgânica. A composição da STPOrg garantirá a presença de um representante do setor privado das regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste e dois das regiões Norte e Nordeste, para equilíbrio de representatividade e articulação. Para saber mais sobre a composição e atribuições da Subcomissão Temática de Produção Orgânica, clique aqui.

Selo da responsabilidade social
CENTRO UNIVERSITÁRIO LUTERANO DE PALMAS
Avenida Teotônio Segurado 1501 Sul Palmas - TO CEP 77.019-900 Caixa Postal nº 85
Fone: (63) 3219 8000

O que achou dessa página?

Clique e deixe seu comentário