Publicado em: 01/08/2017 10:37 - Atualizado em: 01/08/2017 17:42

Docentes e acadêmicos realizam pesquisa em reassentamento


Por Maria de Fatima Rocha Medina

No último fim de semana, os acadêmicos do curso de Psicologia, Amanda Evem Sena Cristo, Ana Carla Sousa, Erismar da Silva Santos e Murilo Alves de Morais, juntamente com as professoras Maria Aparecida e Maria de Fátima R. Medina, estiveram reunidos no reassentamento Flor da Serra para a execução do projeto de pesquisa “Vozes do reassentamento Flor da Serra: memória, identidade e pertencimento?”.

 

O trabalho tem o objetivo de investigar e descrever narrativas e/ou outras referências culturais tradicionais que moradores praticavam antes do deslocamento compulsório e relatos sobre a constituição do reassentamento Flor da Serra e de suas experiências agroecológicas.  

 

Na ocasião houve conversas sobre os aspectos culturais, a diversidade de legumes e grãos que eles cultivavam em roças de toco e em vazantes, a saudade da abundância de água onde viviam antes, a festa do Divino, que herdada dos antepassados conseguiram revitalizar no reassentamento. Além disso, entrevistados fizeram referências positivas ao projeto de extensão do Ceulp/Ulbra, Árvore de leitura, que tem sido desenvolvido desde 2016 na escola da comunidade  pela professora Maria Aparecida.

 

Segundo o acadêmico Murilo Alves foi interessante entrevistar a nossa fonte de dados do projeto, “como a entrevista foi relativamente livre, cada um falou de sua saudade do rio de forma diferente. Um falou mais sobre a importância do rio na fonte de renda, outro das brincadeiras de criança, outro da família unida que não pode mais se juntar. Esse primeiro contato ajudou a entender o que nos espera daqui pra frente, e parece promissor”, relata Alves.

 

O grupo continuará a visitar a comunidade para ouvir e se surpreender com as vozes de muitos outros narradores. Todas as narrativas formarão o repertório dos reassentados.

 

O projeto "Vozes do reassentamento Flor da Serra: memória, identidade e pertencimento?" está vinculado ao projeto da Unitas agroecológica do Ceulp, coordenado pela professora Conceição Previero que há uns anos já desenvolve trabalho de pesquisa e extensão em alguns reassentamentos da região. 

Selo da responsabilidade social
CENTRO UNIVERSITÁRIO LUTERANO DE PALMAS
Avenida Teotônio Segurado 1501 Sul Palmas - TO CEP 77.019-900 Caixa Postal nº 85
Fone: (63) 3219 8000

O que achou dessa página?

Clique e deixe seu comentário