Autor(es): FRANCIELLE DA SILVA NUNES

Palavras-chave: fármaco classe I, pó de jatobá, pó do bagaço da cana de açúcar

Defendido/Publicado em: 2016-12-01

Orientador(a): Juliane Farinelli Panontin

Curso: Farmácia


A lactose é um excipiente bastante utilizado em formulações veiculadas em cápsulas, a presença da lactose incorporada a medicamentos pode causar sinais e sintomas de mal estar gástrico e intestinal, com quadros de diarreia, náuseas, além de manchas e irritação na pele em pessoas com intolerância a lactose O presente trabalho é um estudo da utilização do pó do bagaço da cana de açúcar e do pó do jatobá, como excipientes alternativos para substituir a lactose na formulação de cápsulas gelatinosas duras de propranolol 40mg. Foi realizada a aquisição o preparo e o controle de qualidade da matéria-prima e em seguida a manipulação das capsulas de propranolol com os esquemas de excipientes A: formulação com excipientes já indicado na literatura contendo lactose, esquema B: utilizando como excipiente o pó do jatobá e esquema C: utilizando como excipiente o pó do bagaço da cana de açúcar. Após a manipulação foram realizados testes de controle de qualidade de produto acabado aplicado para cápsulas. Com a realização do teste de peso médio as cápsulas de cada esquema de excipientes foram aprovadas pois apresentaram peso dentro do limite de variação de ±10%. As capsulas dos esquemas A, B e C submetidas ao teste de desintegração, apresentaram resultados satisfatórios, pois desintegraram em tempo inferior a 30 minutos como especificado na monografia do propranolol. Anterior ao teste de dissolução foi construída a curva de calibração do propranolol e obtida à equação da reta para obtenção dos resultados através dos cálculos. No teste de dissolução todas as cápsulas liberaram quantidade satisfatória do propranolol nos três esquemas de excipientes em 30 minutos. Todos os três esquemas de excipientes foram aprovados nos testes de controle de qualidade, indicando que o pó do jatobá e o pó do bagaço da cana de açúcar tem potencial para utilização como excipientes.


Como citar

NUNES, F. S. Utilização de excipientes alternativos à lactose no desenvolvimento de cápsulas de propanolol. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Farmácia). Centro Universitário Luterano de Palmas, Palmas, Tocantins, 2016. Disponível em: <http://ulbra-to.br/bibliotecadigital/publico/home/documento/273>. Acesso em: 20 out. 2018

Banca (avaliadores)

  • Emília Jacinto Trindade
  • Grace Priscila Pelissari Setti

Arquivos (download)